O rock na pandemia

Desde o início da quarentena contra o coronavírus, o mundo viu algo bizarro e sem precedentes: a paralisação do mundo do entretenimento.
Mas nenhum evento cultural representava uma ameaça de saúde maior do que um show: milhares, ou as vezes centenas de milhares, de pessoas reunidas no mesmo lugar, todas juntas, rostinhos colados (e sem lavar bem as mãos, convenhamos).
Até mesmo em São Paulo, o Lollapalooza Brasil, resistente que foi, logo precisou anunciar o adiamento (primeiro, para dezembro de 2020, agora, para setembro de 2021 – contemporâneo ao Rock In Rio).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *