Neophitus: A Jornada Implacável do Death Metal

Por Evandro Neves.

Introdução:

A cidade de Bertioga, situada no litoral de São Paulo, é conhecida por suas belas praias e paisagens deslumbrantes, mas foi nesse cenário paradisíaco que, em novembro de 1999, surgiu uma força sombria e implacável chamada Neophitus. Essa banda de Death Metal emergiu das profundezas da cena musical brasileira com uma missão clara: entregar um som poderoso e obscuro, misturando passagens cadenciadas e mórbidas. Com letras que exploram temas tão profundos quanto a filosofia, psiquiatria e história, Neophitus mergulha nas emoções humanas mais sombrias, como o ódio, a dor e a traição.

A Estreia Eletrizante:

Em maio de 2000, Neophitus fez sua eletrizante estreia ao vivo, demonstrando uma dedicação inabalável ao gênero que escolheram abraçar. Sua energia contagiante no palco e a habilidade de envolver o público com sua música chamaram a atenção da cena musical underground.

“Ominous” (Live Sessions): A Primeira Demo:

Em junho de 2001, a banda lançou sua primeira demo, intitulada “Ominous” (Live Sessions). Esse trabalho capturou a essência do som assombroso do Neophitus, recebendo elogios de fãs e críticos. A demo solidificou a posição da banda no cenário do Death Metal e preparou o terreno para os desafios e realizações futuras.

Destaque Internacional:

Outubro de 2002 marcou um momento significativo na história do Neophitus, quando a banda participou da renomada compilação “Rock Soldier #9”. Sua faixa “The Malign Spirit” deixou uma marca indelével na cena musical. Esse lançamento alcançou audiências no Brasil por meio da UGK Distros e na Europa, através da Murray Art da Alemanha e Corpse Roten#1. Neophitus estava agora oficialmente no mapa internacional da música extrema.

A Jornada Incessante:

A busca incessante do Neophitus por sua arte os levou a realizar inúmeros shows, solidificando sua posição e ganhando reconhecimento não apenas no Brasil, mas também no exterior. Apesar das mudanças de formação e dos desafios que surgiram ao longo dos anos, a banda perseverou, mostrando sua resiliência e dedicação à sua causa. Após um período de hiato, Neophitus retornou aos palcos oficialmente em novembro de 2018, ansiosos para continuar sua jornada implacável.

A Evolução Sonora:

Em 25 de outubro de 2020, Neophitus lançou o single “Tupinambás”, mostrando que estavam longe de esgotar sua criatividade. Essa faixa cativou os ouvintes com sua energia crua e demonstrou a evolução constante do som da banda.

“Anthropophagy Ritualis”: O EP de 2022:

Em 2022, a banda lançou o EP “Anthropophagy Ritualis”, um testemunho da visão criativa do Neophitus e de sua profundidade musical. Esse trabalho exemplifica a dedicação contínua da banda a empurrar os limites de sua música, explorando novos horizontes dentro do gênero.

O Presente e o Futuro:

Atualmente, Neophitus está focado na promoção do EP “Anthropophagy Ritualis” e embarcou na Ritualis Tour, uma série de apresentações que têm cativado o público com suas performances poderosas e envolventes. A formação atual da banda é composta por Alex Pinho na voz, Vinicius Souza na guitarra, Nando Morais na bateria e Markinhus Gaveta no baixo. Juntos, eles formam uma força formidável que proporciona uma experiência sonora implacável, ressoando com sua base de fãs dedicados.

Conclusão:

A jornada do Neophitus no mundo do Death Metal é uma história de determinação, paixão e evolução constante. Desde sua formação humilde em Bertioga até os palcos internacionais, a banda tem superado desafios e provado ser uma força formidável na cena musical extrema. Com um EP recente e uma agenda de shows lotada, o futuro do Neophitus é promissor, e seu legado no Death Metal continua a crescer.

SE ESTA CURTINDO O TRABALHO DA RADAR ALTERNATIVO AJUDE FAZENDO UM PIX NO LINK ABAIXO EM NOME DO ROCK:

ESTE É O LINK DA CHAVE: https://nubank.com.br/pagar/1c8znp/wQQzkcE0gJ

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *