Explorando o Submundo Sonoro com Innards: O Poder do Death Metal Old School de Portugal

Por Evandro Neves

Innards é mais do que apenas uma banda de Death Metal. É uma jornada visceral pelo som do final dos anos 80 e início dos anos 90, quando o metal estava em plena efervescência, e a brutalidade musical reinava. O nome Innards foi cuidadosamente escolhido para representar diretamente a abordagem musical da banda – algo visceral que penetra profundamente na essência do ouvinte.

A história da banda começou em março de 2017, quando Hugo Andremon, ex-guitarrista de renomadas bandas de Metal como GROG, THE SORCERER, FILI NIGRANTIUM INFERNALIUM, HELLFUCK, DISOULVED, SIMBIOSE, decidiu formar Innards. Depois de lançar seu álbum solo com o projeto The Sorcerer em 2014, Andremon sentiu a necessidade de retornar às origens do Death Metal puro, com uma pitada de Grindcore e Gore.

A busca por membros de banda começou, e Hugo compôs quatro músicas, gravando uma pré-produção para apresentar a gravadoras e garantir um contrato. Nesse processo, Rui Gil foi convidado para assumir o baixo, enquanto Rolando Barros assumiu as baquetas. Em agosto, a banda conseguiu uma fita e um contrato duplo com duas gravadoras internacionais promissoras, uma dos EUA e outra da Índia.

Embora a edição da fita não tenha se concretizado, Innards firmou contrato com a Transcending Obscurity Records Label para lançar seu CD. Rui Gil, fundador da banda Death Grind Necrose, e Rolando Barros, incontestavelmente um dos melhores bateristas de Death/Grind Metal em Portugal, trouxeram suas influências e experiências para a formação da banda.

Durante as gravações, Hugo contatou duas figuras proeminentes de sua juventude, Mr. Frank Blackfire (Sodom / Kreator / Assassin) da Alemanha, e Mr. Kam Lee (Mantas / Death/ Massacre) dos EUA, para colaborarem em uma das faixas do EP de estreia. O resultado foi um lançamento impactante em 21 de fevereiro de 2020, pela Transcending Obscurity Records.

Com o EP no currículo, Innards já está planejando o futuro, mirando agora em um álbum completo. Este é um convite para todos os apreciadores do Death Metal Old School: fiquem atentos ao Innards, mergulhem na verdade crua e no som mortífero! A jornada musical está apenas começando.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *